Super "Lince" à prova de intempérie é rei e senhor no Trail Conimbriga Terra de Sicó!

Super “Lince” à prova de intempérie é rei e senhor no Trail Conimbriga Terra de Sicó!

Costuma-se dizer que “não há duas sem três”. No entanto, no caso de Jérôme Rodrigues, temos de reformular a máxima. Depois dos Trilhos dos Abutres, Trail de Santa Luzia, Santo Tirso Ultra-Trail (STUT) e Trail Rio da Fraga, o atleta de Barcelos competiu pela quinta vez em cinco fins-de-semana consecutivos. Ou seja, “não há quatro sem cinco”.

O “Lince” regressou a Sicó depois de no ano passado lá se ter sagrado vice-campeão. Com uma taxa de desistência a rondar os 50%, a edição deste ano do Trail Ultra Endurance Terras de Sicó (111K) ficou marcado pelas duríssimas condições climatéricas que se abateram sobre o percurso com partida e chegada em Condeixa-a-Nova. Chuva, vento, neve e frio marcaram toda a prova, nomeadamente nos pontos mais alto e desabrigados do percurso.

 A luta pela vitória ficou praticamente selada, aos 52km, com o abandono de Buno Coelho. O atleta da SatecnosolOutdoor-LaSportiva seguia na segunda posição quando se perdeu à saída do abastecimento dos 52km, entrou em hipotermia e foi forçado a desistir. O atleta da EDV-Viana Trail já por essa altura (52k) seguia destacado na frente da prova e assim continuou, gerindo a prova de forma irrepreensível e vencendo com quase uma 1h de avanço sobre o eventual segundo classificado — o atleta Carlos Correia d`O Mundo da Corrida.

O Campeão Nacional em título vence assim, de forma destacada, mais uma prova de Trail Ultra Endurance, afirmando-se, cada vez mais, como um dos melhores atletas nacionais desta disciplina. Portugal começa a ser demasiado pequeno para este atleta. Pena é que as marcas e os patrocinadores de referência teimem em apostar nos “cavalos errados”. Obrigado a quem ainda nos vai apoiando!

No dia seguinte à vitória do Jérôme, o também barcelense Diogo Lopes participou no Trail Ultra Terras de Sicó(50k). Fazendo uma prova de trás para a frente, o atleta da EDV-Viana Trail passou no primeiro posto de abastecimento na 15.º posição e, pé-ante-pé, foi gradualmente ganhando posições e logrou um fantástico 5.º lugar à Geral — a pouco mais de 8min do pódio. Após 111k debaixo de condições miseráveis, o Diogo pôde ainda contar, durante a prova, com o apoio anímico do seu conterráneo e amigo Jérôme. Assim que se prova, mais uma vez, que a EDV-Viana Trail é mais do que uma equipa campeã. A EDV-Viana Trail é um estádo de espírito e, acima de tudo, um grupo de amigos.

Partilha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *