Bailinho da Madeira à moda do Minho

Fazendo pela primeira vez parte do circuito Ultra-Trail World Tour, o MIUT—Madeira Island Ultra Trail contou com a presença de alguns dos melhores atletas a nível mundial. Basta referir que o eventual vencedor, Zach Miller, retirou mais de 40min ao tempo do ano anterior; e a vencedora feminina, Caroline Chaverot, fez menos 3h40 do que a vencedora da edição de 2015. Mais desconcertante ainda é o facto do percurso deste ano ter sido unanimemente considerado mais duro do que o do ano passado.

Capture1

O carácter de uma equipa revela-se nos momentos em que os seus melhores atletas não se encontram nas melhores condições. As “estrelas” da companhia viram-se obrigadas a desistir, mas outros tomaram o seu lugar e responderam à chamada de forma exemplar. Pedro Rodrigues [27.º Geral / 5.º Português], Tiago Teixeira [28.º Geral / 6.º Português] e José Faria [44.º Geral / 16.º Português] deram o litro e portaram-se como verdadeiros guerreiros, carregando a equipa a um brilhante 3.º Lugar à Geral e garantindo a vitória nesta que era a segunda etapa do Campeonato Nacional de Trail Ultra Endurance.

13055417_1758851184333954_1552649805104797139_n

Uma vez que o MIUT contava para o Campeonato Nacional Trail Ultra Endurance, a EDV-Viana Trail está agora mais perto de revalidar o título de Campeão Nacional na vertente Ultra Endurance. Com duas vitórias em duas provas e contando os 2 melhores resultados num universo de 4 provas, será difícil—para não dizer impossível—que o referido título não regresse novamente a Viana do Castelo.

13047659_1262804570414135_5945452151574597343_o

Uma vez que terminar o MIUT já é um feito em si mesmo, igual destaque terá de ser dado aos restantes 3 elementos da nossa equipa que lograram terminar a prova mais dura a nível nacional. São eles o Stephane Simões, Pedro Caldas e Sérgio Ramos.

Capture

Por fim, queremos deixar uma palavra de agradecimento aos acompanhantes / familiares que se deslocaram à Madeira de maneira a prestar assistência aos atletas da EDV-Viana Trail. É preciso participar em provas de Endurance para dar valor ao trabalho de bastidores levado a cabo por estes bons samaritanos. Prepararam refeições, ajudaram na logística e acompanharam a prova de fio a pavio. Receber uma palavra de apoio de alguém que nos é próximo não tem preço. Esta vitória também é vossa.

Partilha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *